Notícias

Closing Call

IPO da XP divide holofotes com FED e COPOM na super quarta

A super quarta, que marcou as reuniões de FED e COPOM, deu toda a pinta de algum daqueles incontáveis filmes de troca de corpo que passavam na sessão da tarde nos anos 90: No melhor estilo “Trocando as bolas” o Fed, como esperado, os juros estáveis e a novidade desta vez, ficou por conta da clareza no discurso de Jeremo Powell, que foi categórico em encerrar o ciclo de cortes enquanto a inflação continuar estagnada, aumentando com isso as perspectivas de que 2020 possa ser um ano menos conturbado, ao menos no que tange a política monetária e a estabilidade nos juros.

Mesmo com o eterno impasse nas negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China, houve espaço para leve alta nas bolsas em Nova York: Dow Jones (+0,10%), S&P 500 ( +0,29%) e Nasdaq (+0,44%).
Por falar em Nasdaq, a XP Investimentos fez bonito em seu IPO hoje pela manhã, levando o preço de suas ações a incríveis US$34,46, partindo do valor de US$ 27, que já refletia a demanda maior que a encomenda, considerando que a ideia inicial era que a operação partisse de um preço de entrada entre US$ 22 e US$ 25. O valor de mercado da empresa agora é estimado em R$ 78,62 bilhões.

Por aqui, o Copom também fez sua lição de casa ao reduzir a Selic para 4,50%, como indicava a alta da última reunião, mas o trecho que indica o futuro da política dos juros, lembrou em muito os discursos passados de Jerome Powell, que por sua vez, na fala de hoje, falou com a clareza de Campos Neto.

Em resumo, o comunicado não encerrou explicitamente o fim de ciclo de quedas do juro, aumentando assim, a possibilidade de um último ajuste em fevereiro, para 4,25%. Certamente teve peso o IGP-M divulgado hoje cedo, que mostrou variação 1,83% na primeira prévia de dezembro, segundo a FGV. O Indicador veio bem acima do esperado (0,60%), puxado pela alta superior a 1% nos alimentos, liderados pela carne, que nos primeiros dez dias de dezembro, registrou alta de 10,5%.

“O Copom entende que o atual estágio do ciclo econômico recomenda cautela na condução da política monetária. O Comitê enfatiza que seus próximos passos continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação” – diz o trecho mais relevante do comunicado disponibilizado pelo COPOM.

Na bolsa, o Ibovespa fechou em alta de 0,26% ainda sem recuperar a casa dos 111 mil pontos (110.963), enquanto o dólar atingiu os R$4,11 em queda de 0,91%, aproximando-se dos R$4,10 indicados pelo último boletim Focus, para o encerramento de 2019.

As ações do setor educacional Cogna ON (+7,08%) e Yduqs ON (+4,25%) subiram forte e lideraram o ranking do Ibovespa, após divulgação do MEC que promete elevar de 20% para até 40% da carga horária, a autorização para que os cursos superiores presenciais sejam ofertados na modalidade de ensino a distância. As ações de companhias de saneamento básico, como Sabesp ON (+2,69%), avançaram com a iminência da votação do marco legal do projeto de saneamento básico na Câmara.

As ações de siderurgia e mineração também foram destaque, com mais um salto de 1,18% do minério de ferro em Qingdao: CSN ON (+2,48%), Usiminas ON (+1,48%) e Vale ON (+1,23%).

Os destaques de baixo, ficaram por conta dos bancos, que caíram em bloco, incluindo o Itaú, que confirmou a máxima do mercado “sobe no boato e cai no fato”, em relação a sua participação na XP Investimentos.

  • Share: